raça Bulldog inglês

Tempo estimado de leitura: 0 minuto

História

A origem do Bulldog Inglês remonta à Inglaterra medieval. A raça bulldog inglês tem uma história ligada ao esporte chamado “bull-baiting”, que era popular na Inglaterra durante os séculos XVII e XVIII. No bull-baiting, um Bulldog era colocado em uma arena com um touro e deveria agarrar-se ao nariz do touro, mantendo-o imobilizado. Esse esporte era brutal e, felizmente, foi proibido em 1835 no Reino Unido.

Os Bulldogs utilizados nesses eventos eram diferentes dos Bulldogs modernos em alguns aspectos. Eles eram mais ágeis e tinham uma aparência mais atlética. Após a proibição do bull-baiting, muitos entusiastas da raça começaram a selecionar Bulldogs com temperamentos mais dóceis para criar animais de companhia. Isso levou a mudanças na aparência e no temperamento da raça ao longo do tempo.

Bulldogs modernos

O Bulldog Inglês moderno, como conhecemos hoje, é caracterizado por sua aparência robusta, cabeça larga e achatada, nariz curto e orelhas dobradas. A pelagem do Bulldog Inglês é curta, lisa e brilhante. As cores variam e podem incluir fulvo, atigrado, vermelho e branco. A raça é valorizada por sua personalidade leal, gentil e corajosa, tornando-se um companheiro de família amoroso.

Apesar de sua origem associada a atividades agora consideradas cruéis, os Bulldogs Ingleses encontraram um novo papel como animais de estimação queridos e são apreciados por muitas pessoas ao redor do mundo. O cuidado responsável e a atenção à saúde são essenciais para garantir uma vida saudável e feliz para esses encantadores cães.

Personalidade

São conhecidos por serem cães corajosos, determinados e leais. Apesar de sua aparência intimidante, são geralmente amigáveis, gentis e dóceis. São ótimos companheiros de família e geralmente se dão bem com crianças.

Necessidades de Exercício

Embora sejam musculosos, os Bulldogs Ingleses não requerem uma quantidade significativa de exercícios vigorosos. Eles preferem atividades mais moderadas e são propensos a superaquecimento devido ao seu focinho curto, então é importante monitorar a temperatura em dias quentes.

Problemas de Saúde

Infelizmente, Bulldogs Ingleses são propensos a alguns problemas de saúde devido à sua anatomia única. Problemas respiratórios, dermatológicos e ortopédicos podem ocorrer, e é importante cuidar de sua saúde de maneira proativa.

Cuidados

A manutenção da ruga facial é crucial para evitar infecções de pele. Além disso, os cuidados dentários e a limpeza das orelhas são importantes para garantir uma boa saúde geral.

Os Bulldogs Ingleses são uma raça adorável, mas é importante considerar suas necessidades especiais de cuidados de saúde ao decidir adotar um. Certifique-se de fornecer a atenção e os cuidados necessários para garantir uma vida saudável e feliz para o seu Bulldog Inglês.

Bulldog inglês

Embora o Bulldog Francês e o Bulldog Inglês compartilhem algumas características, existem diferenças distintas entre essas duas raças. Aqui estão algumas das principais diferenças:

  • Como mencionado anteriormente, o Bulldog Inglês tem uma história ligada ao bull-baiting na Inglaterra medieval. A origem do Bulldog Francês está associada aos trabalhadores da região de Nottingham, na Inglaterra, que migraram para a França durante a Revolução Industrial.

Tamanho e Estrutura

  • Bulldog Inglês: Geralmente, é uma raça maior e mais pesada em comparação com o Bulldog Francês. Possui uma estrutura mais robusta e musculosa.
  • Bulldog Francês: É notavelmente menor e mais compacto. Eles são conhecidos por sua estrutura mais compacta e por serem cães de porte médio.

Bate bola com Leo e Evelin, pais da Mada

Como é ter um bulldog inglês?
É como ter uma eterna criança em casa. É uma raça que se faz presente cada minuto, até quando tá dormindo (pq ronca demais 😂). A gente teria vários, pq são muito característicos. Impressionante como TODOS os buldogues ingleses são iguais, no comportamento, jeito de andar, na forma que reagem quando estão felizes.

Pontos fortes?
Não latem, não demandam muitos exercícios físicos e se adaptam a ambientes pequenos, porém com estímulos.

Pontos fracos?
Peidam, roncam, arrotam 😂 É uma raça que demanda atenção, pois tem propensões a problemas de pele e articulações.

Pretende ter outro?
Provavelmente, sim.

Qual conselho você dá para quem quer ter um?
É uma raça que vai ao veterinário com frequência. Precisa de prevenção a problemas potenciais e devem ter o peso controlado.

Quer dicas pet friendly?

Baixe agora mesmo todos os e-books do Guia Pet Friendly e tenha muitas dicas de hotéis e restaurantes pet friendly.

Confere a sessão de locais pet friendly e use nosso buscador com filtros e categorias. Você seleciona o tipo de estabelecimento, cidade e bairro, condição climática, tamanho do pet e tipo de mesa (para restaurantes). É demais!

E, claro, inscreva-se no nosso YouTube para acompanhar todos os podcasts e webseries.

Também segue a gente pelo Instagram.

E entra no nosso grupo de WhatsApp para não perder nenhuma dica e receber promos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *