Pet in a Bag: acessórios portáteis e lindos!

Um belo dia, recebi uma mensagem das gurias da Pet in a Bag. Não lembro bem se levamos um tempinho para conversar ou se foi rápido (minha agenda é um semi caos), mas o fato é: eu estava indo viajar e elas toparam me mandar um kit passeio. Ganhei a estampa de melancia, achei um amor, e o kit superprático. Ele vem em uma sacolinha com dois comedouros de montar, uma garrafinha de água e dois potinhos. Passou mais um tempinho e eu resolvi fazer o evento Pet Friendly Day para estar mais próxima dos meus leitores (ficar só no online não dá, né?). Pedi para as Nat e a Mari fazerem um kit pet friendly para eu presentear meus jornalistinhas pet, que seriam nomeados no evento. As gurias não hesitaram em me atender. Como é bom quando “bate”, flui e dá certo! E, assim, nasceu uma parceria bem bacana. Pedi para elas me contarem como a Pet in a Bag nasceu e aqui vai a história:

Esta é a Lizzie, nossa CEO, quando filhote. Adotamos em janeiro de 2017. Esta fofura de gatinha apareceu nas redes sociais de amigos, com 45 dias de vida, pedindo por um lar. No minuto em que ela entrou em nossa casa, todo um universo passou a fazer parte do nosso dia a dia.

gato dentro de caixinha de areia higiênica

 

Quais cuidados um pet filhote e um adulto precisam ter? Quais os alimentos ideais? Como brincam? Dicas para seu bem-estar? Dicas para o lar com animais de estimação?

E na hora de passear, como é? E como faz para viajarmos com eles?

E foi aí que sentimos falta de algo que tornasse estas saídas com os pets mais práticas – para nós e para eles. De uma necessidade surgiu uma ideia e então a solução. Produtos portáteis.

Para levar a Lizzie ao veterinário, procurávamos uma sacola de mercado, uma garrafinha de água, um pote para um pouco de ração e outro pote em que pudéssemos colocar a água para ela beber. E na sacola ficava tudo uma bagunça, além da correria para encontrar os itens e estarmos prontas para sair.

gato deitado em cima de poltrona

Então pensamos: e se pudéssemos deixar separado e sempre à mão uma bolsinha só com as coisas dela? Como seria um recipiente que fosse prático, leve, fácil de limpar e que também fosse bonitinho?

Assim surgiu a ideia de desenvolver um par de recipientes portáteis, um para água e outro para comida, junto com a bolsa.

Sucesso! Sair para passear passou a ser prático e divertido, além de estiloso.”