Gaia Viva

compartilhe
A Gaia Viva é o Woodstock dos cachorros. Livres, leves e soltos: assim ficam os pets. Localizada no interior de São Paulo (cerca de uma hora e meia) aceita todas as raças de cachorros com a condição de eles serem sociáveis com outros pets e pessoas. Não é necessário o uso de guia: os cães ficam livres e isso encanta a todos.
Permitido
Diferenciais
Valores

Tivemos momentos incríveis por lá e as fotos mostram isso. Teve uma cena que jamais esquecerei: depois de uma manhã na piscina (que também é liberada para a cachorrada), fomos almoçar. Estava tocando uma trilha dos anos 70, os cães circulavam felizes entre as mesas, as pessoas conversavam como se fossem amigas de infância e o clima era de paz e amor. Olhei aquele instante e disse: estou me sentindo no Woodstock dos cachorros. Todos concordaram!

Gaia Viva: checked!

Veja a reportagem sobre a queridinha dos pets lovers para as plataformas do Guia Pet Friendly.

Chegue na sexta!

Aprenda com o meu erro e chegue na sexta. Fomos apenas no sábado de manhã, pois paramos de trabalhar tarde e estávamos cansadas. Mas fique sabendo que o pacote de final de semana começa às 15 horas da sexta (eles não reservam menos de duas diárias). Meu conselho: dê um jeito e saia de São Paulo antes do entardecer. Vale chegar com luz, pois o lugar é bonito. E, claro, para pegar o jantar. Mais um motivo: aproveitar o café da manhã do sábado e participar da caminhada que começa às 10h, onde todos os cães têm a oportunidade de se conhecerem.

E se der briga?

A Ella é uma cachorrinha muito tranquila e tem a pele de papel (qualquer raspada rasga a sua pele sensível). Ou seja, cães agressivos podem fazer um estrago nela. O que, obviamente, não me agrada. Quando eu soube que todos os cachorros estariam sem guia na Gaia Viva, tremi. E rezei para não ter nenhum “invocado” na turma. Há uma triagem e isso ajuda a amenizar os problemas. A presença de monitores também é bem importante.

Eles deixam claro aos hóspedes que cães agressivos não podem frequentar a pousada, pois todos estarão soltos e a paz mundial deve reinar. Também esclarece que o pagamento será no ato da reserva, mas que se o cachorro chegar na pousada e mostrar qualquer tipo de agressividade ou mau comportamento terá que ir embora e o dinheiro não será devolvido.

Eles possuem 6 groomers que fazem a secagem e banho, diariamente, nos cães, realizados pela equipe do petcare do Gaia Viva. Também existe o Gaia Móvel, um carro elétrico para ir pra cima e pra baixo com cães e humanos com deficiência.

Trilha para se conhecer: pousada pet friendly onde os cachorros ficam soltos

A trilha do sábado de manhã é o momento para todos os cães se cheirarem, andarem em matilha e entenderem que por ali todos são amigos. Acredite: funciona. Há caminhadas longas e outras mais curtinhas. Optamos em fazer a trilha simples porque eu não levei meu tênis (erro número 2, leve. E por a Ella ter suas limitações com as patinhas tortas).

As trilhas acabam no lago e o caminho é perfeito, todo demarcado. A Gaia fica em um sítio com 500 mil metros, sendo que 50 mil de área construída e utilizada. Um time de jardineiros cuida do “paisagismo natural” todos os dias da semana. O zelo é notado. No lago há pedalinhos e stand up paddle para gastar energia de humanos e cachorros.

A galera peluda, que curte água, aproveita para mergulhar no lago.

A Ella admirou a paisagem, bebeu água na beirada do lago e depois relaxou na sombra com seu amigo Beethoven (moreno). Nós também escolhemos sombra e água fresca

Pousada pet friendly onde os cachorros ficam soltos

Piscina com água natural e liberada para os pets

Seguimos o caminho até a piscina, que é outra atração à parte. Há 11 tendas ao redor da piscina com duas espreguiçadeiras em cada uma (o número exato de quartos). Há lugar para todos. A piscina é grande, climatizada e a água vem da fonte (pode ser bebida). Degraus levam ao fundo e ajudam a entrada e saída dos pets. A Su e o Beethoven moreno ficaram jogando bolinha Já o Ninão, estava ligado no frisbee. E o Beethoven loiro dando um “alou” para a câmera. E a Ella? Dando uma corridinha pelo gramado porque água não é bem a praia dela.

Comida caseira 

Todas as refeições têm horário fixo e o pessoal cumpre à risca. O café da manhã começa às 8 horas e vai até às 10horas. Ele é servido no estilo buffet. Imperdível? O pão de queijo, que é feito por lá mesmo como a maioria das comidas. E o bolo de cenoura com cobertura de chocolate.

O almoço é às 13h30. Se você estiver na piscina vai perceber que a queda d’água cessa no horário do almoço. Tem um buffet de saladas e antepastos maravilhosos e pratos quentes em cima do fogão a lenha.

Lanchinho da tarde? Sim, também tem.

No jantar os pratos são a la carte. Na reserva você deve comunicar quais são as suas restrições alimentares. Ah! Os encontros ao redor da pira são deliciosos e acontecem antes ou depois do jantar.

O restaurante tem mesas na varanda e na parte interna e a cachorrada pode circular à vontade.

Eles ganham caminhas para deitar e potes de água. E a Ella, que ama um cantinho fofo, não perdeu uma!

Veterinária no local

Vamos falar de um diferencial incrível que eu sempre achei que todas as pousadas que aceitam pets deveriam ter: uma veterinária de plantão.

Os quartos

Cada acomodação ganhou a decoração de um país. Nós ficamos no Nilo. Nosso quarto (chalé) tem status de casa pelo tamanho. Na varanda coberta e cercada há sofás e poltronas. Na parte de dentro tem uma cozinha, banheiro grande e o quarto com uma cama de casal e uma de solteiro.

Localização
Contato

Leia mais

Hípica Atibaia

Hípica Atibaia

8 de junho de 2023
Leia mais
Solar Singuitta

Solar Singuitta

13 de junho de 2023
Leia mais

Quem Somos

Conheça quem faz o Guia Pet Friendly

© Guia Pet Friendly 2023 – Todos os direitos reservados | Desenvolvido por VolpeDesigner