Lisa Maria

“Fazia tempo que queríamos um cachorro.  Dávamos preferência por adotar, mas precisava ser filhote, pra ter uma adaptação mais fácil com o meu gato. E, também, queríamos que fosse uma fêmea. Estávamos quase optando por comprar um filhote de porte pequeno, quando eu vi que teria uma feira de adoção na rua de casa.

Ella (BFF) e Lisa na suíte Tatu

No sábado de manhã, saímos cedo pra dar uma olhada. Vimos a Lisa e a colocaram no meu colo. O Fernando sugeriu: vamos dar uma volta no quarteirão e você pensa melhor. Mas eu senti que se a soltasse, nunca mais teria a chance de encontrá-la. Então, recusei a ideia de pensar melhor. Ela está no nosso colo até hoje.

Lisa e seu amor por bolinhas

Quando a gente adota um vira-lata, não sabe como vai ser o tamanho e não tem ideia alguma do temperamento. Eu sempre achei border collie a raça mais linda de todas. Parece que fui premiada com uma border lata.

Border lata com parentesco com peixe

“Um lugar como a Pousada Pegada da Onça é simplesmente o paraíso para a Lisa.  Ao chegar, a primeira  reação dela foi sair correndo e pular no lago! Foi muito rápido. Ela se sentiu completamente em casa e segura. Nadar e buscar a bolinha na água é a atividade que ela mais gosta de fazer.” por Lara, nutricionista que tem guarda compartilhada com o Fernando nos cuidados com a Lisa