Placa de identificação: PetsTags

Vocês já se fizeram a pergunta: “como proteger meu cachorro de ele se perder”? Tudo que não queremos é um dia dizer perdi meu cachorro. Por isso, listamos situações em que seu cachorro pode se perder de você e alertamos para a importância de sempre colocar uma plaquinha de identificação presa a coleira com seu telefone e nome do pet.

A plaquinha de identificação

Eu sou extremamente cuidadosa com a Ella. Sempre penso no que pode dar errado justamente para evitar (sou meio louca? Talvez). E busco fazer o que eu posso para impedir algum acidente, mesmo sabendo muitas coisas fogem do meu controle (sim, completamente louca). E, ainda assim, dia desses me dei conta de que a Ella estava sem a sua plaquinha de identificação na coleira.

placa de identificação de cachorros

Claro que eu posso me defender e dizer: tenho uma explicação! Mas a verdade verdadeira, meus caros, é que se a Ella se perdesse, o instrumento mais simples e básico para achá-la rápido não estaria preso na sua coleira. Ainda assim, vale colocar: logo que a Ella chegou na minha casa, eu comprei uma plaquinha de identificação, gravei meu telefone nele e prendi na coleira dela. O que eu não sabia é que ela teria várias coleiras e que com uso frequente a plaquinha ia cair sem eu notar.

placa de identificação de cachorros

Muitas vezes, nos preocupamos com as grandes coisas e esquecemos as pequenas, que são de extrema importância.

Em que situações seu pet pode ser perder:

  1. Em um simples passeio no parque. Levam 10 segundos para perder o pet de vista. Por isso, quando eu deixo a Ella solta em um cachorródromo sem grades sempre a mantenho no meu campo de visão. Ainda assim, sei que é um risco.
  2. No carro. Este é o meu maior medo e garanto que de muita gente. E se o carro é roubado e o cachorro levado dentro? Se não temos tempo de retirá-lo?
  3. Em um passeio na rua. E se solta a guia? Rompe, escapa da mão? E se o seu pet se assusta com algo e dispara?
  4. Em dias de rojões e fogos. Há cães que ficam desesperados com o som de rojões e num ato de auto proteção fogem. Dias de partidas de futebol e virada do ano são os piores.
  5. Uma porta ou portão que se abrem. De repente, alguém passou e deixou sem querer a porta/portão abertos e seu pet resolveu dar uma voltinha. Afinal, a liberdade é sempre tentadora e há tanto a descobrir lá fora.

Situações simples e cotidianas podem ser fatais. E eles não falam!

Como eu faço

Para evitar e fazer a minha parte, comprei 6 plaquinhas de identificação e coloquei em cada uma das 4 coleiras da Ella. Deixei duas dentro da gaveta, assim quando cair uma ou eu trocar a coleira, já tenho as plaquinhas à mão. Realmente, não podemos ser perfeitos, mas dentro do que é possível fazer, não podemos vacilar. Certo?

placa de identificação de cachorros

Aproveitando este post: todo mundo deve conhecer o Procura-se Cachorro, que serve para informar quando encontramos um cachorro perdido e no caso de perder um. Eles cruzam as informações e auxiliam a resolver o que pode ser o pior pesadelo da vida. O email de contato é contato@procurasecachorro.com.br

Agora, voltando ao tema plaquinhas: a PetsTags vende plaquinhas (em diversos formatos e cores) e grava o nome do pet e o seu telefone na hora.

placa de identificação de cachorros

Onde comprar os plaquinhas: em São Paulo, tem nas lojas da Petz e da Cobasi.