6 restaurantes pet friendly imperdíveis na serra gaúcha

Ao visitar a serra gaúcha, coloque no seu roteiro gastronômico 6 restaurantes que foram provados e aprovados por mim e pela Ella (minha filha canina e sócia pet no Guia Pet Friendly). Você vai comer bem e ficar fascinado pela paisagem na melhor companhia de todas: seu pet.

Reportagem publicada no Estadão.

Villa Itália: viagem ao passado

O Villa Itália fica na parte rural de Gramado. O caminho até ele é lindo, daqueles que valem a viagem e pede paradas para fotografar. Após fazer este trajeto que leva cerca de 20 minutos, partindo da rua principal – a Borges de Medeiros – você chega em uma casa rodeada de um jardim grande e encantador. O verde domina a paisagem e faz um bem danado. O seu pet certamente vai adorar, pois são muitos cheirinhos e espaços a desbravar, portanto, antes de sentar dê uma caminhada com ele. Se o dia estiver bonito, com sol, recomendo as mesas da área externa, mas se chover, saiba que vocês poderão sentar em qualquer mesa do salão principal. Pelas paredes, há fotos com personagens que representam a história de Gramado, por isso, o Villa Itália além de restaurante também é um museu. Para comer há risotos, massas e grelhados, que são servidos na forma de rodízio e custa R$130,00 por pessoa. É possível repetir quantas vezes você quiser. No final da refeição é recomendado relaxar no balancinho das redes, que ficam no gramado ao lado. Ele abre todos os dias na hora do almoço. 

Bergâ Môtta: comida caseira em meio à natureza

O Bergâ tem uma proposta semelhante a do Villa Itália, pois está fora do centrinho, da parte mais urbana. Ele fica no lindo Vale do Quilombo, dentro do Ecoparque Sperry, a 15 minutos da civilização. O elemento natureza, o trajeto repleto de montanhas e casinhas da colônia e o esquema rodízio se repetem por aqui e como é maravilhoso! Você tem um cardápio para eleger as porções que quer receber à mesa. Há desde arroz, feijão, farofa e carne de panela até o risoto, tortei de moranga e pizza. Todos deliciosos, viu? O preço é único R$160,00 por pessoa e você pode repetir à vontade. As mesas ficam em um deque de madeira rodeado de árvores. Caso chova, há uma parte coberta, o programa não está completamente comprometido, mas opte pelos dias secos, pois o diferencial é justamente curtir a natureza. 

Lone Star: vá em dias de chuva!

Sim, por aqui você também tem a proposta de ir a um local perto da cidade, mas com ares de interior. A propriedade em que este rancho no estilo texano foi projetado tem uma gigantesca área verde com direito à trilhas e em gauchês (idioma próprio dos gaúchos) lagartear ao sol, que significa ficar sentado curtindo o bom tempo, porém quando fomos fazia quase zero grau com uma chuvinha constante. Foi então que tivemos a oportunidade de conhecer o Pub Sallon do Lone Star, que possivelmente em um dia de sol seria ignorado mediante a beleza externa. A sensação ao entrar no Saloon, que emita os bares dos filmes de faroeste com direito a imagens do John Wayne, é reconfortante. Deixamos o frio do lado de fora, nos acomodados em uma das mesas no estilo sofazinho dos dois lados e ficamos olhando a decoração tipicamente texana, que foi trazida pelos donos que moraram uma temporada por lá. E, mais uma vez, tivemos uma sequência que começou com feijão agridoce, mac and cheese, hambúrguer,  seleção de carnes defumadas e a banana flambada que foi aplaudida por todos. O preço por aqui também é fixo, R$ 139,00 por pessoa com direito a repetir. 

Josephina: no coração de Gramado

O Josephina fica no coração de Gramado. Para você ter uma ideia, de uma das mesas da varanda é possível ver a lateral da igreja. Há diversos espaços para sentar com os pets: na frente, nas mesas da entrada da casa e na parte de trás, que está em plena reforma e promete ser inaugurada com lareira e muito charme. No eclético cardápio há entradinhas, sopas, massas, carnes e risotos. Você pode ir para almoçar, fazer um lanche ao longo do dia, jantar, tomar um vinho ou comer um docinho. Uma refeição com entradinha, prato principal e sobremesa por pessoa custa R$ 120,00. 

Bistrô da Varanda: para comer de joelhos

O Bistrô da Varanda é o restaurante do hotel Casa da Montanha, que deixa a hospedagem dos pets para outra propriedade do grupo Casa Hotéis, o Petit Casa da Montanha. Nós fomos exclusivamente para almoçar e elegemos essa refeição como a melhor da viagem em termos gourmets. Certamente, vou indicar o salmão  R$ 95,00 como prato principal e a salada de figo com gorgonzola como entrada R$ 34,00 , mas não posso deixar de mencionar a manteiga temperada do couvert, uma delícia! Para pedir pelo cardápio do Bistrô podemos sentar com os pets nas mesas da varanda externa e o bom tempo é fundamental. Quem quiser petiscar, a partir das 18 horas, tem a opção de sentar no Varanda, que fica em um deque coberto e grande, cheio de poltronas e mesas baixas. Por ali também o ideal é que o tempo sem chuva. 

Lugano: chocolate e cardápio para lanches 

A loja da Borges de Medeiros é um showroom de chocolates com todas as linhas da Lugano. Grande, elegante e linda, também tem uma área com mesas, na parte interna e varanda para fazer um lanche. No cardápio há sanduíches R$ 29,00, pizzas R$ 47,00 e sorvetes com chocolates R$ 42,00. Os pets têm livre acesso a todos os espaços. Não é uma maravilha? Da varanda, em dias e noites, sem chuva e frio intenso, você vê a igreja de Gramado e o prédio onde acontece o famoso Festival de Cinema de Gramado. Quando o tempo não joga muito a favor, as cortinas de plásticos são abaixadas, a gente perde a vista, mas fica quentinho. Ou seja, você pode ir sempre. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *