Se você gosta de comida saudável, se liga nessa dica: o Restaurante da Bela no Rio é pet friendly! Sim, ele aceita cachorros educados. Além disso, fica dentro de um hotel, o Best Western Arpoador. Portanto, continue lendo este post para saber de todos os detalhes da nossa visita!

Restaurante da Bela no Rio é pet friendly

espaço pet friendly: há duas mesas, antes de chegar ao salão principal, que são pet friendly.  O espaço é elegante e fica dentro do hotel Best Western Premier Arpoador. Portanto, é importante seu cachorro ser tranquilo, pois passam vários hóspedes por ali.

Restaurante da Bela no Rio é pet friendly

para comer: da comida deliciosa e saudável da Bela Gil.

Restaurante da Bela no Rio é pet friendly

Imperdível: o guacamole acompanhado de chips crocantes de banana-da-terra temperado com sal de pimenta-baniwa: de pedir MAIS! Restaurante da Bela no Rio é pet friendly

Ah e peça pela moqueca vegetariana.

Restaurante da Bela no Rio é pet friendly

Diquinha: você será um grande sortudo se estiver hospedado no hotel! Afinal, nada como depois de comer no Restaurante da Bela poder subir para tirar uma sonequinha. Foi o que eu fiz e recomendo!

Restaurante da Bela no Rio é pet friendly

Saiba mais sobre o Best Western Premier Arpoador! Confira nosso post sobre ele 🙂

http://guiapetfriendly.com.br/best-western-premier-arpoador-e-pet-friendly/

E leia abaixo nossa coluna pet friendly na Prazeres da Mesa Online publicada em 21/02/17

Restaurante Da Bela

Eu e a Ella ficamos hospedadas no Best Western Premier Arpoador Fashion Hotel by Gloria Coelho, no Rio de Janeiro. O “Restaurante da Bela”, assinado pela Bela Gil atende aos hóspedes do BWP e, obviamente, o público em geral. Eu tive a sorte de fazer parte do primeiro grupo. Um pouco antes de chegar às mesas do restaurante, há um espaço chamado business center com duas mesas e poltronas bem confortáveis. Descobri que nesta área os pets são aceitos, fiz uma reserva e fui feliz da vida almoçar na melhor companhia de todas: da Ella.

Confesso: não fazia ideia do que vinha pela frente e acabei meu almoço com vontade de morar na casa da Bela. Além disso, ainda citando minha sorte, quem me atendeu foi o Yan, que parecia conhecer o cardápio como a palma da mão. Impossível pegar um cardápio, como o da Bela, e saber o que pedir sem hesitar. Mas lá estava o competente e atencioso garçom do hotel para me guiar.

Enquanto a Ella dormia tranquilamente no seu colchonete ao meu lado, eu me entregava sem reservas aos prazeres da mesa. Abrimos os serviços com o melhor guacamole da minha vida – bem que o Yan avisou. A receita vem acompanhada de chips crocantes de banana-da-terra e é maravilhosamente bem temperada com sal de pimenta-baniwa. Aqui vale uma rápida explicação: o povo Baniwa vive às margens do rio Aiari, no Amazonas, e produz de forma artesanal esta pimenta. Levitei. Comi tudinho, limpei o potinho, mas dá para dividir, viu?

Continuando…

Toquem os tambores: o que pedir de prato principal? A moqueca vegetariana, onde a carne é substituída pela banana. BANANA? Sim, e se você ficou desconfiado, saiba que eu também. Mas o sabor é irretocável. Os acompanhamentos deste prato são tão importantes quanto a tal banana. O arroz vermelho é maravilhoso e a farofinha de azeite de dendê, de comer de joelhos. Eu já estava plena e feliz – pensando que depois deste almoço, que flechou meu coração, eu iria para o meu quarto tirar uma soneca com a Ella – quando lembro que ainda havia a sobremesa. Claro que recorri ao Yan, que desta vez não me ajudou muito ao responder: gosto de todas. Pedi o bolinho de cacau com sorvete de banana (a bananada reinou absoluta!), mas nem cheguei ao fim porque era muito para uma só refeição.


Leia mais:

10 restaurantes pet friendly no Rio

Irajá Gastrô é pet friendly

Nativo restaurante é pet friendly

.Org Bistrô é pet friendly no Rio